Imprimir Email Criado em 08-08-2017

O Aeroporto de Camaquenzo, no Dundo, província da Lunda Norte, recebe amanhã, quinta-feira, o voo inaugural das Linhas Aéreas de Angola (Taag), depois da conclusão das obras de ampliação da pista, anunciou, na terça-feira, o vice-governador para os Serviços Técnicos e Infra-estruturas.

Lino dos Santos, que falava no final de uma visita do governador Ernesto Muangala, declarou que o voo de amanhã simboliza a conclusão das obras da pista do Aeroporto do Dundo e anunciou previsões do regresso oficial da Taag ao Dundo para o mês de Outubro, com a programação do Inverno.

 O responsável garantiu que, à excepção da companhia estatal, a partir do dia 10 deste mês, as outras companhias aéreas podem incluir a capital da Lunda Norte nas suas programações.

Uma equipa de inspecção constituída por peritos do Instituto Nacional de Aviação Civil (Inavic) e da Empresa Nacional de Navegação Aérea (Enana) que trabalhou recentemente no Dundo, concluiu que a pista do Aeroporto do Camaquenzo está à altura de receber aviões de grande porte.

A pista foi reabilitada e ampliada de acordo com base em padrões recomendados pelos regulamentos da Organização Internacional da Aviação Civil (OIAC) e passou de 1.800 para 2.500 metros de cumprimento e de 20 para 45 de largura, com outros 15 metros de bermas, com vista à sua adequação aos boeings 737-700 e 737-800.

A partir de Outubro, a Taag retoma a rota para a província da Lunda Norte dez anos depois, disse Lino dos Santos. O aeroporto do Dundo absorveu um importante investimento para se tornar numa estrutura moderna e à altura das exigências.

Com dois pisos, o terminal do aeroporto do Dundo foi construído numa área de 2.558 metros quadrados com capacidade para receber 300 passageiros em hora de “pico.” As obras estiveram a cargo da empresa Zagop.

O ministro dos Transportes, Augusto Tomás, estará a bordo do oo inaugural das Linhas Aéreas de Angola (Taag).

fonte: cnc