Imprimir Email Criado em 06-03-2018

Angola vai assumir, a partir de 2020, a presidência rotativa da União dos Conselhos de Carregadores Africanos (UCCA), depois de ter estado a frente da organização por duas ocasiões, 2001 e 2004. A decisão saiu da 11ª Assembleia Geral Ordinária (AGO), realizada em Ouagadougou, no Bukina Faso.

Na assembleia convocada por Bismarck Benonita, ainda na condição de presidente da UCCA, Angola, através do Conselho Nacional de Carregadores (CNCA), passou a assumir a vice-presidência daquela organização africana.

A realização da assembleia realizada em Fevereiro coincidiu com o lançamento das actividades comemorativas do 40.º aniversário da criação do Conselho anfitrião, que decorreu sob o tema: «O CBC, 40 anos ao serviço dos carregadores, da economia nacional e das populações: Balanço, desafios e perspectivas».

O encontro serviu para dar a conhecer aos participantes a evolução da União dos Conselhos de Carregadores Africanos e do Conselho dos Carregadores do Burkina Faso (CBC), temas apresentados por Serigne Thiam Diop, antigo Secretário Geral da UCCA e perito marítimo, bem como pelo professor Sirpe Gnandeman, director da Unidade de Formação e Investigação em Ciência económica e de Gestão.

O terceiro tema foi «O papel dos Conselhos de Carregadores na Facilitação do Comércio», apresentado pelo Dr. Joseph Nguene Nteppe, do Conselho Nacional de Carregadores dos Camarões (CNCC) e Secretário Permanente do Comité Nacional da Facilitação do Comércio dos Camarões.

A par da AGO, foi realizada uma sessão ordinária do Comité Director para abordar questões de interesse da organização, com destaque à análise e aprovação das actividades realizadas pelo Secretariado Geral da UCCA, no exercício de 2017.

O relatório das Comissões Ad Hoc sobre a revisão do texto orgânico da referida União e sobre a harmonização dos dados e os sistemas de Certificado de Embarque também foram analisados e aprovados.

Durante o evento foi eleito, como o novo secretário geral da União dos Conselhos de Carregadores Africanos, Lilian Giscard Ogoula, de nacionalidade gabonesa.

A Assembleia Geral Ordinária, organizada pelo Conselho de Carregador do Bukina Faso (CBC), na condição de anfitrião, contou com a presença dos directores-gerais e representantes dos Conselhos de Angola, Benin, Burkina Faso, Camarões, Congo-Brazzaville, Costa do Marfim, Ghana, Níger, Nigéria, Tchad, Togo, República Democrática do Congo, República Centro-Africana e Senegal.

No evento participaram os secretários-gerais da Organização Marítima da África do Oeste e do Centro (OMAOC), Alain Michel Luvambano, e da Associação de Gestão dos Portos de África do Oeste e do Centro (AGPAOC), Luguje Michael.

A delegação de Angola foi chefiada por Manuel António Paulo, director-geral do Conselho Nacional de Carregadores (CNC), e integrada pelo coordenador da Área de Intercâmbio Internacional, Rogério Zandandu Matondo.

O acto de abertura do evento foi presidido por Vincent T. Dabilgou, ministro dos Transportes, da Mobilidade Urbana e da Segurança Rodoviária da República do Burkina Faso, em presença de distintos oficiais.

Novo bureau do comité

Um novo Bureau do Comité Director, para um mandato de dois anos, foi instalado nos estatuto e regulamento interno da União, conforme as prescrições estatutárias e respeitando o critério da rotatividade estipulado nos textos orgânicos previstos.

Neste sentido, os membros da União decidiram que a Presidência da UCCA fica sob responsabilidade doConselho de Carregadores do Burkina Faso (CBC) e a Vice-Presidência com o Conselho Nacional de Carregadores de Angola (CNCA).

O Tesoureiro Estatutário é o Conselho de Nacional de Carregadores dos camarões (CNCC), sendo que o 1º Redactor está sob responsabilidade do Conselho Nacional de Carregadores do Benim (CNCB) e Conselho Centro Africano de Carregadores (CCAC) responde pelo 2º Redactor.

Por conseguinte, o 1º Auditor de contas está com o Conselho Nacional de Carregadores do Togo (CNCT) e o 2º Auditor de contas é assumido pelo Conselho Nacional de Carregadores da Tchad.

Quanto à Presidência das Comissões Permanentes Nº1, a missão é da Nigerian Shippers Council (NSC-Nigéria) e o Presidente das Comissões Permanentes Nº2 é assumida pelo Conselho de Carregadores da Côte d´Ivoire (OIC).

Importa realçar que os dois países que assumiram a presidência comemoram o seu 40º aniversário de existência este ano.

Antes disso, os participantes à 11ª AGO, constatando o fim do mandato do Secretário-geral e considerando o relatório apresentado pelo Comité Ad Hoc sobre a análise das candidaturas presidida pelo CNCA, declararam válidas as pretensões de assumir o cargo máximo de Lilian Giscard Ogoula, do Conselho Gabonês de Carregadores (CGC) e de Theo Yama-Yama, do Conselho de Carregadores da RDC (OGEFREM).

fonte: CNC