Imprimir Email Criado em 24-05-2019

 

Fotografia: Alberto Pedro| Edições Novembro

Segundo Mark Smulders Presidente da AANA, a redução pela metade das comissões de participação cobradas peloConselho Nacional de Carregadores (CNC) vai aumentar o fluxo de importação e exportação de mercadorias no país, acreditam os agentes de navegação que operam no mercado angolano.

Mark Smulders sustenta que a crise financeira gerou um impacto negativo no mercado angolano, com a redução significativa das importações e exportações de mercadorias mas, com a alteração de preços, prevê uma retoma substancial do fluxo de navios. “O volume de importações e exportações baixou face à crise económica,

mas acreditamos que a iniciativa do Executivo em rever as taxas aplicadas nos fretes vai incentivar a entrada e saída de mais produtos”, referiu.

O responsável explicou que os contentores são controlados por pesagem para não se correr o risco de sobrecarga dos navios.

Na sua opinião, o Executivo tomou uma boa decisão em baixar as tarifas, uma vez que a pesagem obedece a um preço mínimo. Fonte: Jornal de Angola