CNC por Dentro
Imprimir Email

Dr Manuel Antonio Paulo

(Director Geral do CNC)

Certificado pela Escola Nacional de Administração (ENAD) no Curso de Secretários Gerais de Orgão Centrais (2010); Diplomado em Agregação Pedagógica pela Universidade Agostinho Neto (2009); Doutorado em Ciências Económicas opção Economia de material e Logística pela Escola Superior de Economia de Berlim (1991), integrada na Universidade Técnica de Berlim. Pós – Graduado e Especialista em Logística pela Universidade Técnica de Berlim (1991); Licenciado em Economia Nacional na Especialidade de Planeamento de Economia pela Universidade Agostinho Neto, Luanda (1982).

É Director do Conselho Nacional de Carregadores de Angola (Agosto/2015); Director em Exercício do Gabinete de Intercâmbio Internacional do Ministério dos Transportes (Agosto 2011 – Junho 2012); Coordenador da Comissão de Gestão da Criação do Instituto Superior de Gestão, Logística e Transportes do Ministério dos Transportes (Setembro/2009 – Agosto/2015); Secretário Geral do Ministério dos Transportes (Desde de Dezembro/2008);

Director do Gabinete de Intercâmbio Internacional (2003 – 2008) do Ministério das Obras Públicas e Urbanismo; Vice Presidente da CONICLE (2003 - 2005) e Director do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística (1991 - 2003) do Ministério das Obras Públicas e Urbanismo. Chefe de Departamento de Planificação Material do Gabinete do Plano do Ministério da Indústria (1985 -1987). Chefe de produção do Grupo Secil, Fábrica de Cimentos, SARL (1975 - 1979) hoje Nova Cimangola, SA onde continua como membro do Conselho Fiscal.

É Professor Agregado e Titular da Universidade Agostinho Neto (Faculdade de Economia) onde é Regente das disciplinas de Gestão da Produção e da Economia do material e Logística (Desde 1991 até a data). Coordenador do curso de Mestrado em Economia (Março/2007 – Maio/2012), Regente da disciplina de Investigação Operacional na mesma Universidade (1982 -1991).

Nomeado várias vezes como membro de órgãos sociais de empresas tuteladas dos Ministérios das Obras Públicas e da Indústria.

Nomeado como membro integrante de comissões de trabalho das instituições governamentais, bem como particulares de criação e de acompanhamento de instituições ou organizações.

Coordenou ou participou em várias Comissões de Estudos, de Organização de Eventos nacionais ou internacionais e de Avaliação de Grandes Projectos Interministeriais, último projecto ANGOLA-LNG.

Viajou em vários países do mundo para estudos e/ou em conferências e seminários como palestrante ou participante.

Publicou vários livros, artigos em revistas e fascículos de apoio ao ensino e aprendizagem nas Universidades, Institutos, Escolas Superiores e Secundários.

Fala fluentemente o português, francês e alemão e aceitável o inglês e espanhol.

Prática, nos momentos livres; agricultura, desporto com preferência o ténis de campo, judo, basquetebol e futebol.

 

 

 

IMG 7019Isabel Cristina G. Ferreira de C. Bragança

(Directora Geral Adjunta para a área Financeira do CNC)

Licenciada em Gestão de Empresas pela Universidade Lusíada de Angola, ocupa actualmente o cargo de Directora Geral Adjunta para as Finanças do CNC pela segunda vez. No Banco Nacional de Angola (BNA),exerceu as funções de técnica de débito de reservas. Conta ainda com um curso de Gestão de Recursos Humanos, feito na Universidade Lusófona de Lisboa.

 

 

Rui Moita

IMG 7051(Director Geral Adjunto para a área de Operações do CNC)

Rui Manuel Moita é o Director Geral Adjunto para as Operações do CNC. É diplomado pela Universidade de Humboldt (Berlim) em gestão de empresas, conta com uma pós graduação em cooperação económica internacional, tendo sido Doutorando em Semiótica, pela Universidade Técnica de Berlim. Frequentou ainda o curso de economia agrária na Universidade de Humboldt e ciências matemáticas na Universidade Agostinho Neto. É quadro efectivo do CNC há 10 anos. De 2004 a 2006 foi coordenador de projectos nesta instituição. Em 2006 até 2008 fez parte, como coordenador adjunto, da comissão de reestruturação do CNC, em 2009 foi elevado ao cargo de Director Adjunto para as Operações e em 2013 foi reconduzido ao mesmo cargo (Director Adjunto para as Operações) para mais um mandato de 5 anos.