Palavra do Director Geral
Imprimir Email

 

DESAFIO PARA 2017

 

CNCA APOSTA NAS PLATAFORMAS LOGÍSTICAS TRANSFRONTEIRIÇAS

 

O Conselho Nacional de Carregadores de Angola (CNCA) vai desenvolver esforços, durante este ano, para instalar com prioridade representantes nas diversas Plataformas Logísticas Transfronteiriças. O Director Geral do CNCA considerou fundamental a colocação de representantes do CNC nas referidas Plataformas Logísticas, nomeadamente de Massabi, Yema, Luvu, Kimbata, Luau e Santa Clara.

 

“Vamos trabalhar para conseguirmos cumprir com esta missão, o que para nós vai ser bom”, anseia.

 

O responsável apelou os responsáveis provinciais do CNCA para trabalharem mais fora dos gabinetes e passem a trabalhar com os parceiros nos postos transfronteiriços, municipais e Governos Provinciais.

 

“Vamos envidar esforços para que isso aconteça. Basta querermos, e tudo isso acontece de forma fácil”, disse o responsável, que acredita na capacidade de gizar boas políticas e fazer mais e melhor pelo nosso país.

 

O responsável apelou para a necessidade de se poupar mais e ao reforço da união entre a família CNCA, para que se continue a granjear o respeito que a instituição adquiriu quer a nível nacional, quer internacional abrindo mais espaços para a nossa acção de facilitação da produção nacional e, sobretudo, das transacções comerciais através da transportação de cargas dentro e fora de Angola.

 

O responsável pediu maior empenho aos funcionários da instituição, para que possam cumprir com zelo e dedicação os desafios para os próximos tempos.

 

“Temos de trabalhar unidos, repetiu, pois só assim teremos êxitos naquilo que fazemos. Insistiu na união, por ser o melhor caminho para que as coisas funcionem. Se isso não acontecer, as coisas nunca vão funcionar como deve ser”, lembrou o responsável.

 

Disse que as crises, às vezes, também vêm para o bem, exemplificando que só agora se começa a pensar em poupar mais e a trabalhar unidos.

 

 O Director Geral

 Dr Manuel Antonio Paulo